Clima: Chuva afeta 67 cidades e causa estragos em quase 4,5 mil residências

A chuva que atinge o Rio Grande do Sul desde terça-feira causa transtornos em pelo menos 67 cidades. De acordo com o boletim da Defesa Civil, divulgado nesta quinta-feira, 23 municípios já decretaram situação de emergência, devido aos prejuízos do temporal.

Ao menos 4.461 residências sofreram algum tipo de estrago. Sendo que 567 casas na região das Missões e no Noroeste do Estado foram afetadas pelo granizo. Só em Porto Xavier, foram 400 casasque precisaram de lonas. A Defesa Civil já distribuiu o material.

A queda de granizo foi registrada em Maçambará, Passo Fundo, Porto Xavier, Santa Maria, Santo Ângelo, Salto do Jacuí, Estrela Velha, Itaara e Sobradinho.

Municípios em situação de emergência

Montenegro

Lagoão

Soledade

Tunas

Campinas do Sul

Cerro Branco

Erval Grande

Segredo

Sinimbu

Pinhal Grande

Estrela Velha

Cruz Alta

Júlio de Castilhos

Tupanciretã

Salto do Jacuí

Jóia

Capão do Cipó

Venâncio Aires

Arroio do Tigre

Santa Cruz do Sul

Mato Leitão

Sobradinho

Chuva na Capital ultrapassa média histórica do mês

Em 60 horas, choveu 120 milímetros em Porto Alegre. O volume supera a média histórica do mês de outubro, que é de 114,30 milímetros. Apesar do grande volume de precipitação, não há registros de alagamentos nesta quinta-feira na cidade.

Segundo a EPTC, ao menos 37 vias de Porto Alegre registraram acúmulo da água na quarta. A zona norte foi uma das regiões mais prejudicadas.

Tempo

A chuva continua predominando em todo o Rio Grande do Sul nesta quinta-feira, feriado da Nossa Senhora Aparecida. A nebulosidade e precipitação forte marcam as regiões do Oeste, Centro, Leste e Sul do Estado. Na área central, que inclui os Vales, Região Metropolitana, Porto Alegre e o Litoral Norte, pode ter altos volumes devido à chuva torrencial com muitos raios.

Há risco de temporais localizados de vento forte e, sobretudo, granizo que isoladamente pode ser grande e com potencial de causar danos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *