Drama dos hospitais – Moradores de município gaúcho fazem leilão de leitões para ajudar nas finanças

Para ajudar nas finanças de um hospital, produtores rurais decidiram fazer um leilão inusitado: de leitões. Ao todo serão negociados 50 porcos de propriedades de Camargo, cidade de pouco mais de 2,5 mil habitantes localizada no Norte do Rio Grande do Sul. O arremate ocorre na próxima sexta-feira (8) e os recursos arrecadados serão destinados ao Hospital Cristo Redentor de Marau, na mesma região.

A ideia surgiu do empresário Ênio Dallacort, considerado padrinho da casa de saúde. Ele percebeu que poderia ajudar a instituição com o que tinha no pátio e convenceu outros 15 produtores rurais de Camargo, distante a 20 quilômetros de Marau, a fazer o mesmo.

“Eu reservei há horas esse leitão, vai estar bem prontinho pra assar no final do ano. Quem quiser adquirir então é de excelente qualidade e bem tratado a milho como você viu mesmo”, conta Dallacort.

O leilão já está na terceira edição. Nas outras duas edições, foram arrecadados mais de R$ 70 mil. Com esse apoio da comunidade e também de empresas foram feitas melhorias nos leitos e nas salas administrativas, e até construída uma nova ala de emergência.

“Nós hoje, estamos conseguindo nos equipar, conseguindo tocar adiante essa missão somente com a força da comunidade. Senão já teríamos desistido”, conta o presidente do hospital.

Atualmente o hospital está com três meses de recursos atrasados pelo governo do estado, o que soma R$ 500 mil.

“O importante de tudo isso é mostrar pra comunidade que nós somos um hospital comunitário. Nós somos um hospital filantrópico, principalmente, comunitário e sendo comunitário a comunidade também é responsável pela manutenção do hospital. Esse é o objetivo de todas as campanhas que nós fazemos”, observa o diretor administrativo do hospital, Sérgio Lunardi.

Jornalismo do Grupo Chirú.

G1 RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *