Esperança do Sul: Chuva em excesso pode ter provocado deslizamento de rocha

A Defesa Civil do RS realizou esta semana uma vistoria em Lajeado Paixão no interior do município de Esperança do Sul onde o deslizamento de uma pedra gigantesca de aproximadamente 4 toneladas causou a morte de duas pessoas e deixou outra ferida.

De acordo com o órgão, a provável causa do acidente foi a chuva de 150 mm que afetou  toda a região durante o final de semana passado.

Outras pedras rolaram da encosta no domingo, 12 de fevereiro, mas não ocasionaram ocorrências.

Conforme a Defesa Civil, ao menos vinte famílias habitam a mesma região em que ocorreu o acidente. O terreno do local é altamente acidentado e se situa em uma encosta que segundo o órgão é usado inadequadamente para agricultura de subsistência. A Defesa Civil seguirá monitorando a situação e se deverá se reunir com autoridades municipais e com o Ministério Público para que providências sejam tomadas em relação à localidade.

Como foi

Na madrugada do domingo, 12 de fevereiro, uma pedra de dimensões gigantescas rolou de uma encosta e atingiu uma moradia de madeira as margens do Rio Uruguai, em Lajeado Paixão, no interior de Esperança do Sul.

Das 11 pessoas que dormiam a casa foram atingidas pela pedra: Luan Cauê Pereira Conceição, de 22 anos,  o casal Elídio Roatt Bairros, de 72 anos e Doracília Roatt Bairros, de 66, proprietários da casa.

Morreram o jovem e Elídio. Doracília sofreu escoriações nos pés, foi atendida no hospital e liberada.

Jornalismo Chiru Comunicações

Colaboração PO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *