Itapiranga – Garotos que iniciaram no Cometa fazem parte das categorias de base de grandes clubes do Brasil

Foi em 2013 que o Esporte Clube Cometa começou as atividades com a garotada das categorias de base, e desde então vem se revelando um dos melhores clubes da região na formação de craques do futebol de campo. Vários atletas já têm contratos com clubes maiores do estado, sem falar nos vários testes pelos quais a garotada tem passado, como Internacional de Porto Alegre, Grêmio, Chapecoense e outras agremiações. O exemplo mais recente de sucesso no futebol itapiranguense é do goleiro Bruno Guareschi, que está prestes a assinar contrato com o Guarani de Palhoça, clube do litoral catarinense que disputa o Campeonato Catarinense de Futebol.

Bruno participou recentemente dos jogos do Projeto Bom de Bola, representando o Cometa e a Escola São Vicente. Na ocasião, observadores do clube palhocense se fizeram presentes e monitoraram sua atuação em campo. A equipe era dirigida pelo treinador Lucir Guareschi Jr., que é seu irmão, inclusive. “Na fase microrregional fui observado pelo olheiro Luis Carlos Cruz do Guarani, que pegou meus dados e me monitorou nas fases regional e estadual. Em seguida recebi o comunicado de que havia sido selecionado para uma avaliação de 15 dias no Guarani de Palhoça”, esclarece Bruno. Ele passou por avaliações juntamente com 31 atletas dos estados do Sul. Destes, 13 foram integrados ao elenco. Ele já está no Centro de Treinamentos do Guarani onde treina com os demais selecionados. Após assinado o contrato ele receberá uma ajuda de custo do clube.

Filho de Cleusa Soethe Guareschi e Lucir Pedro Guareschi, Bruno está feliz com o reconhecimento. E faz questão de agradecer a todos que o apoiaram na iniciativa: “Gostaria de agradecer ao E.C. Cometa – diretoria, aos professores Beto Borges e Lucir Jr., aos demais colegas que trabalharam comigo nesses quatro anos de clube e a todos que torceram por mim!”. Ele se junta a Alan Back e Gustavo Mueller, garotos itapiranguenses que já vem treinando há alguns meses no Guarani.

Há mais exemplos: Matheus Dewes, William Sperluk também obtiveram reconhecimento da Associação Chapecoense, hoje fazem parte do elenco das categorias de base e treinam em Chapecó. Outro, Paulo Schoffen, atua nas categorias de base do Atlético-PR.

O professor das categorias de base do Cometa, Beto Borges, se sente satisfeito com a iniciativa dos garotos em seguir na carreira. Contudo, relata que muitos por questões burocráticas, alojamento ou distância, acabam não seguindo adiante. “A lei não permite que crianças com menos de 14 anos sejam colocadas em alojamentos. Para muitos pais também fica difícil a mudança, e até porque não se tem garantias de permanência”, esclarece o professor. Beto sempre ressalta que a revelação de atletas profissionais não é a única prioridade nas escolinhas. A formação de bons cidadãos e educação também são relevantes em seus ensinamentos. Ele e o professor Lucir Guareschi Jr. conduzem as atividades com a garotada. As reuniões com os pais iniciam esta semana na sede do clube. Os treinamentos, na semana seguinte.

Assessoria de Imprensa

Jornalismo Grupo Chiru Comunicações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *