Rodeio Bonito:Criança fica presa ao cinto de segurança e é esquecida dentro de ônibus escolar

Um menino de 3 anos e 9 meses ficou preso por cerca de quatro horas dentro de um ônibus escolar na tarde dessa segunda-feira, 12 de março, em Rodeio Bonito. O episódio se tornou público após parentes relatarem o ocorrido em redes sociais. A reportagem foi publicada pelo jornal Folha do Noroeste.

Mãe da criança, Letícia Mayane da Silva, 28 anos, contou que embarcou o filho em torno das 12h40 para ir à escola e ficou surpresa quando, por volta das 17h, meia hora antes do horário costumeiro do retorno para casa, um homem a abordou dizendo que o garoto fora deixado no coletivo durante a tarde, até a volta do motorista. O veículo ficou no estacionamento da Secretaria de Obras. “Ele não chegou a entrar na escola, ficou preso ao cinto, sozinho, chorando. Nós confiamos nosso filho à monitora e ao motorista e consideramos isso uma situação incabível. No momento estou o acalmando em casa, ele ainda chora e não conseguiu dormir direito”, expôs a mãe, que junto do companheiro, analisa que providências a família irá tomar. “Poderia ser pior, agora não sei nem como agir, estou cuidando dele. Mas é importante chamar atenção das autoridades para o que pode acontecer com uma criança por negligência por parte de pessoas que estariam responsáveis por ela”, desabafou em entrevista por telefone.

Até o fechamento desta notícia, a Promotoria de Justiça e a Delegacia de Polícia Civil não haviam sido notificadas sobre o caso. A reportagem não conseguiu contato com o Conselho Tutelar.

Administração divulga Carta Aberta

No fim da tarde desta terça-feira, 13, a Prefeitura de Rodeio Bonito divulgou em seu site uma Carta Aberta à população, na qual destaca que a Administração se dispõe a dialogar com a família a fim de minimizar qualquer prejuízo. “Da mesma forma, a administração pública está investigando os fatos para apurar eventuais responsáveis, bem como tomando medidas preventivas a fim de que fatos isolados como este não voltem a ocorrer. Se continuará trabalhando para que a população seja atendida, sempre, da melhor maneira possível, ao tempo em que temos consciência que o trabalho realizado em qualquer área, seja na área pública ou privada, é realizado por pessoas, as quais são humanas e podem, em algum momento, falhar”, diz o texto.

Os dois servidores seguem trabalhando normalmente até o esclarecimento do incidente e responderão sindicância, informou a assessoria de comunicação da prefeitura, que ainda complementou que o veículo ficou em um local com sombra e que as janelas estavam abertas.

No município, diariamente, em torno de 720 estudantes utilizam o transporte escolar, os quais aguardam o ônibus em frente a suas casas ou em pontos de embarque e desembarque próximos.

 

Confira a Carta Aberta na íntegra

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *