Tarifa da RGE ficará 20% mais cara

A tarifa de energia elétrica da RGE aumentará cerca de 20%. A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou o reajuste em reunião nesta terça-feira, 12, que é a revisão tarifária periódica da Rio Grande Energia SA – a RGE.

O aumento médio será de 20,58%. Para alta tensão, como indústria, ficou definido reajuste de 19,04%. Já para baixa tensão, como residências, a alta será de 21,55%.

A empresa, que é da CPFL, atende 1,4 milhão de unidades consumidoras localizadas em 255 municípios do Rio Grande do Sul. O aumento entra em vigor em 19 de junho.

O aumento está acima da média que tinha sido proposta. Inicialmente, o reajuste médio previsto na tarifa de energia elétrica ficaria em 19,5%.

Sobre as revisões tarifárias a Aneel explicou que: “a revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e tem por objetivo obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela ANEEL”.

A RGE Sul passou por revisão tarifária em abril. A Aneel aprovou reajuste de 21% para residências e 24,99% para indústrias de cidades atendidas pela RGE Sul. A empresa também é da CPFL. Quando há este processo de revisão, não ocorre o tradicional reajuste anual.

Na área de atuação do Grupo Chiru Comunicações 23 municípios terão reajuste na tarifa de energia, incluindo Palmitinho.

VEJA OS MUNICÍPIOS QUE TERÃO AUMENTO NA CONTA DE LUZ

  • Alpestre
  • Ametista do Sul
  • Barra do Guarita
  • Boa Vista das Missões
  • Braga
  • Caiçara
  • Campo Novo
  • Cerro Grande
  • Coronel Bicaco
  • Derrubadas
  • Dois Irmãos das Missões
  • Erval Seco
  • Frederico Westphalen
  • Humaitá
  • Iraí
  • Miraguaí
  • Palmeira das Missões
  • Palmitinho
  • Pinheirinho do Vale
  • Planalto
  • Seberi
  • Taquaruçu do Sul
  • Tenente Portela
  • Três Passos
  • Vicente Dutra
  • Vista Alegre
  • Vista Gaúcha

Fonte: GaúchaZH
Edição: Jornalismo Grupo Chiru

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *