Menu

16°

Palmitinho - RS
24° max
16° min

Fechar

16°

Palmitinho - RS
24° max
16° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Voluntários de FW criam centro de distribuição de donativos e agora buscam parcerias para reconstruir casas

    Desde que começaram as notícias dos desastres climáticos no Rio Grande do Sul, ainda no dia 4 de maio, um grupo de voluntários, pessoa física, e entidades de Frederico Westphalen se reuniram para ter um ponto de coleta e distribuição rápida de donativos, assim foi montado um centro de distribuição, triagem e envio de todo o tipo de doação, no pavilhão Klein, próximo a BR-386, km 37. Dali, já saíram 17 cargas cheias de donativos.

    O patrão do CTG Rodeio da Querência, Diego Bertoletti da Rocha, uma das entidades voluntárias salienta que ideia foi reunir todos que queriam ajudar para que ações mais efetivas e coordenadas pudessem ser feitas na comunidade de Frederico Westphalen. “Nos encaminhamos para esse pavilhão os donativos dos mais diversos grupos e empresas formando um centro de recolhimento e distribuição dos donativos especialmente para as cidades com abrigo, com centros de distribuições ou que estejam fazendo comida para entregar. Até agora enviamos 17 cargas para diversas cidades, além disso completamos outras cargas que saíram da cidade. Um trabalho bem grande e coletivo de todo o pessoal”

    Bertoletti salienta ainda, que essa entrega direta de entidade para entidade acaba sendo uma forma de socorro mais rápida aos que precisam. “As entidades estão sendo usadas para aglutinar, como ferramenta para atingir mais publico para doação e também no quesito responsabilidade para que essas doações cheguem de forma rápida até as pessoas e sabemos que de entidade para entidade, no caso nós do CTG enviando para outro CTG as coisas são mais rápidas”, comentou.

    Neste momento o grupo busca por alguns itens de forma prioritária, visto foram enviadas bastante doações e agora as cidades começaram a direcionar, também os pedidos. Como leite, preferencialmente em pó, arroz, feijão, macarrão, bolachas, fraldas infantil e geriátrica, papel higiênico, água sanitária, rodo e vassoura. “São itens que estão sendo solicitados pelas cidades atingidas e também coisas que temos em menor quantidade no centro então, estamos focando nisso”, salientou Diego.

    Pensando na reconstrução

    Um próximo passo, que já iniciou pelo grupo de voluntários é visando a reconstrução das casas e cidades, por isso já se iniciou uma conversa com empresas de materiais de construção, esquadrias, telhas e móveis, entre outros itens. “É algo ainda de bastidor, direto com algumas empresas mas como já temos muitas pessoas da região em Arroio do Meio e Roca Sales, pensamos em buscar ajuda para a reconstrução dessas casas nessas duas cidades”, comentou o patrão do CTG.

    Outras ajudas

    Para poder encaminhar as doações, o grupo de voluntários também busca a parceria com empresas de caminhão, para poder entregar os donativos. De acordo com Diego, pelo menos outras oito cidades estão solicitando donativos para seguir com as entregas às famílias abrigadas.

    O pavilhão está aberto das 8h30 às 22 horas para recebimento e expedição de donativos, também para quem quiser ajudar na montagem dos kits. Quem não tiver como entregar os donativos no local, poderá deixar na sede do FGTAS/Sine, que fica na Rua Monsenhor Vitro Batistela, 576, no centro.

    Heloise Santi - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Corujão com . 23:00 - 00:00

    FM
    91,1

    Madrugada 91

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    107,9

    Corujão

    .

    23:00 - 00:00