Menu

35°

Palmitinho - RS
35° max
18° min

Fechar

35°

Palmitinho - RS
35° max
18° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Bombeiros de Palmeira das Missões salvam bebê de 14 dias

    “Não há nada no mundo que se compara a emoção de salvar uma vida” relatou bombeiro que realizou a manobra

    Era mais um dia comum de trabalho na guarnição dos Bombeiros de Palmeira das Missões, estavam de serviço os soldados Lucas Aguiar, Glauco Zanon e José Aranda quando por volta das 23 horas, da quarta-feira, 7 de fevereiro, ouviram batidas na porta do quartel e desceram para verificar, na porta pais desesperados com a filha de apenas 14 dias de vida nos braços praticamente desacordada. A bebê havia se engasgado com leite materno.

    – De imediato peguei a bebê e iniciamos a manobra para desobstrução das vias aéreas e obtivemos êxitos. A criança já chorou de imediato, uma situação que ocorre de forma rápida, repentina e que todos agiram de forma rápida e eficaz, a gente, ao executar a manobra e os pais, ao procurar ajuda –, relatou o soldado Aguiar.

    A rápida intervenção e conhecimentos das técnicas apropriadas por parte dos militares foram decisivas para que a recém nascida sobrevivesse. “A técnica de Heimlich é simples e muito comum de se ver no dia-a-dia, e muitas vezes os pais também sabem como executar, mas na hora do nervosismo não conseguem não só pela forma de execução, mas pela força aplicada que é necessária para que ela seja efetiva, então saber aplica-la da maneira mais correta possível de acordo com cada situação é essencial”, comentou.

    Para Aguiar o ato de salvar vidas mesmo sendo uma das funções inerentes a profissão de bombeiro, é algo que não tem como descrever. “Não há nada no mundo que se compara a emoção de salvar uma vida, não há palavras no dicionário que possam descrever tamanha realização de conseguir salvar uma vida. Foi certamente um momento importante na carreira de todos nós profissionais que trabalhamos no dia-dia para proteger as pessoas e quando atras de técnica do nosso trabalho a gente obtém êxito é muito proveitoso”, salientou o profissional que atua como bombeiro militar há pouco mais de um ano.

    O bombeiro relatou ainda que após o atendimento a criança, conversaram com os pais para acalma-los, pois estavam bastante nervosos, e encaminharam a bebê, Maria Cecília, para atendimento médico no Hospital de Caridade de Palmeira das Missões, de onde após avaliação ela foi liberada.

    Na manhã desta quinta-feira Maria Cecília e a mãe estiveram visitando o quartel para agradecer pelo auxilio dos bombeiros.

    Heloise Santi - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Sabadão 107 com Cristiano Santos 16:00 - 21:00

    FM
    91,1

    Sábado Livre

    Helena Knob

    13:00 - 17:00

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    14:30 - 19:00

    FM
    107,9

    Sabadão 107

    Cristiano Santos

    16:00 - 21:00