Menu

23°

Palmitinho - RS
33° max
19° min

Fechar

23°

Palmitinho - RS
33° max
19° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Dia das Mães: vendas do comércio gaúcho podem crescer até 5%

    Mesmo em um cenário de instabilidade econômica, expectativa é que a comercialização de produtos chegue a R$ 1,5 bilhão no RS

    Em meio a um cenário econômico de instabilidade, com juros em alta afetando o consumo, os comerciantes gaúchos deverão ter motivos para celebrar boas vendas no Dia das Mães de 2023. A expectativa da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) é de um crescimento na comercialização de produtos destinados a presentear as mamães na ordem de 5% na comparação com 2022, o que pode representar um volume de vendas por volta de R$ 1,5 bilhão.

    Segunda data mais importante do comércio no ano, o Dia das Mães é sempre muito aguardado pelos comerciantes. São muitos os segmentos que registram impacto positivo de vendas nessa data comemorativa. O forte apelo emocional mobiliza as pessoas a buscarem o presente ideal neste dia que é considerado o Natal do primeiro semestre.

    – Tradicionalmente o Dia das Mães é uma data que traz resultados expressivos para o comércio. Vestuário, calçados, acessórios e artigos de perfumaria respondem pela maior fatia dos produtos adquiridos pelos consumidores para presentear as mamães. Também cresce a comercialização de artigos de utilidades domésticas e eletroeletrônicos. E, ainda, supermercados e restaurantes aumentam sua lucratividade com o tradicional almoço do Dia das Mães. Neste ano, o ticket médio com os presentes deve ficar em torno de R$ 200, com os gaúchos optando, em sua maioria, pelo pagamento à vista (dinheiro ou cartão de débito) de suas compras –, destaca o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

    O dirigente ressalta, ainda, que neste Dia das Mães o Rio Grande do Sul deve experimentar uma situação diferenciada em relação ao país, uma vez que, em nível nacional, a expectativa é que não exista incremento de vendas.

    – Apesar das dificuldades das condições de consumo da população em geral, o Estado ainda registra um poder aquisitivo mais elevado do que muitas outras unidades federativas e isso contribui para impulsionar as vendas em uma data tão especial como essa. Ainda assim, é importante ressaltar a necessidade de se rever a atual política de juros altos para que o setor volte a ter um nível de atividade competitivo e atraente. Juros elevados se refletem de forma negativa na concessão de crédito e nos preços ao consumidor, trazendo preocupação aos comerciantes –, enfatiza Vitor Augusto Koch.

    A FCDL-RS reforça aos lojistas a importância de planejarem com qualidade a estratégia de vendas para obterem resultado positivo no Dia das Mães. A personalização do atendimento, conhecendo as necessidades e anseios dos clientes, a produção de vitrines com temas voltados às mamães, promoções especiais e formas de pagamento facilitadas ajudam a conquistar e fidelizar clientes. Vale lembrar que nesse 2023 segue crescendo a atitude dos consumidores em comprar os presentes com base no preço mais competitivo, sem se preocupar tanto com a marca do que adquirem.

    * Fonte: FCDL-RS

    Priscila Nhoatto - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Super Sequência com . 21:00 - 00:00

    FM
    91,1

    Pub 91

    .

    17:00 - 22:00

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    20:00 - 00:00

    FM
    107,9

    Super Sequência

    .

    21:00 - 00:00