Menu

11°

Palmitinho - RS
12° max
6° min

Fechar

11°

Palmitinho - RS
12° max
6° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Eduardo Nardi diz que Polícia Civil busca motivação de feminicídio

    Carolina Santos da Silva, de 18 anos, foi morta a tiros no último domingo, 9 de maio, em Erval Seco

    O delegado Eduardo Nardi, substituto da Delegacia de Polícia Civil de Erval Seco, informou que a Polícia Civil segue investigando a motivação da morte de Carolina Santos da Silva, de 18 anos. A jovem foi morta a tiros, disparados pelo seu companheiro, no último domingo, 9 de maio, na Linha Lajeado Caçador, Erval Seco.

    Nardi explicou que ainda não é possível precisar quantos disparos atingiram a vítima, já que a perícia não foi concluída, mas, a Polícia Civil já sabe que Caroline foi alvejada por pelo menos um disparo. O delegado disse também que a Polícia Civil precisa ouvir mais alguns depoimentos para afirmar de forma categórica qual foi o motivo específico que fez com que esse indivíduo atirasse contra a companheira. Nardi afirmou que os elementos colhidos até agora indicam que se trata de feminicídio, uma vez que a vítima e o suspeito eram companheiros e tiveram uma desavença na casa em que o casal morava.

    A vítima, segundo informações coletadas pela Polícia Civil, teria sido alvejada por um disparo de arma de fogo na residência, onde vivia com o companheiro. Esse disparo teria acertado a jovem de raspão, que teria conseguido fugir e buscar abrigo numa casa próxima. Nardi frisou que o autor teria entrado nesse outro imóvel e efetuado os demais disparos que teriam causado a morte.

    O suspeito foi detido de posse de uma arma de fogo, com munição deflagrada. O indivíduo foi preso em flagrante e após foi enviado a um presídio da região. O delegado informou ainda que na segunda-feira, 10 de maio, após representação da Polícia Civil e parecer favorável do Ministério público o suspeito teve a prisão preventiva decretada e agora responde o processo preso.

    Nardi acrescentou que não havia registros de que a vítima vinha sofrendo ou havia sofrido violência doméstica. O suspeito tem antecedentes criminais, mas não envolvendo a atual companheira.

    Confira o relato do delegado à reportagem do Grupo Chiru

    Priscila Nhoatto - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Top de Bandas com Vilmar Luza 12:00 - 13:00

    FM
    91,1

    Hora Mix

    Bruna Casali

    12:00 - 13:00

    FM
    104,3

    Jornal da Chiru

    Luciano Belinaso

    12:00 - 12:50

    FM
    107,9

    Top de Bandas

    Vilmar Luza

    12:00 - 13:00