Menu

12°

Palmitinho - RS
16° max
11° min

Fechar

12°

Palmitinho - RS
16° max
11° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Grêmio empata em 4 a 4 em jogo maluco com Corinthians e bronca com a arbitragem

    Tricolor abriu 2 a 0, sofreu virada, revirou e cedeu o empate; nos acréscimos, gremistas pediram pênalti em mão de Yuri Alberto

    Defender foi um verbo não conjugado na noite desta segunda-feira na NeoQuimica Arena. Em uma montanha russa de emoções e com direito a duas viradas, o Grêmio empatou em 4 a 4 com o Corinthians pelo jogo atrasado da 15ª rodada do Brasileirão. A mácula na partida ficou por conta da arbitragem no fim de jogo. Yuri Alberto botou a mão na bola dentro da área e Wilton Pereira Sampaio não marcou pênalti.

    Escalado com novidades, o Tricolor abriu 2 a 0 na primeira etapa, com gols de Nathan e Cristaldo, mas levou uma virada fulminante para 3 a 2 em seis minutos com Fábio Santos, de pênalti, Lucas Veríssimo e Yuri Alberto, em cabeceios.

    Na volta do intervalo, a equipe de Renato Portaluppi construiu o 4 a 3 com Galdino e Suárez indo às redes. No entanto, os paulistas buscaram a igualdade na lei do ex com Giuliano. Nos acréscimos, Ferreira cruzou e a bola tocou na mão de Yuri Alberto. O árbitro não marcou em campo e nem foi chamado ao VAR. O resultado leva o Grêmio aos 40 pontos ainda na terceira colocação, mas desgarrado de Flamengo e Fluminense por um ponto. O próximo adversário será o Palmeiras, na Arena, quinta-feira, às 21h30min. 

    Virada impressionante 

    Foi um bom começo. O Grêmio parecia que tinha encontrado uma maneira de jogar também fora de casa. Controlado e trocando passes, os gremistas foram donos do duelo até os 30 minutos. O placar começou a ser construído aos 21 minutos. Após boa troca de passes no meio de campo, o meia Nathan, aposta do treinador, abriu o placar em chute cruzado forte. 

    Logo na sequência, o Tricolor ampliou  mais uma vez com bons passes. Reinaldo fez o cruzamento da esquerda e achou Cristaldo nas costas da defesa. O argentino tocou de cabeça e venceu mais uma vez o goleiro aos 26. Apesar do 2 a 0, o Grêmio não abria mão do ataque e da posse de bola. No entanto, a partir dos 30 minutos, os donos da casa começaram a gostar do jogo. De voleio, Yuri Alberto obrigou o goleiro Grando a fazer uma linda defesa. 

    O Timão foi avançando, inflando o estádio e construiu uma improvável virada em menos de seis minutos em Itaquera diante de uma defesa que desmoronou. Villasanti cometeu pênalti bobo em cima de Renato Augusto. Fábio Santos bateu e descontou. 

    Aos 49, o empate chegou. Rojas cobrou escanteio e Lucas Verissimo se antecipou ao zagueiro Rodrigo Ely e igualou. No lance seguinte, o terceiro gol. Maycon lançou para dentro da área e encontra Yuri Alberto nas costas da defesa para sacramentar o 3 a 2. 

    Mais emoções

    Renato voltou com mudanças para o segundo tempo. Cristaldo e Nathan, autores dos gols, deixaram o campo para entradas de Galdino e Ferreira. Logo na primeira chegada, Galdino empatou em um golaço. O meia recebeu de Reinaldo e soltou uma bomba para empatar e ampliar os contrastes de jogo maluco. 

    O Tricolor teve uma mudança de postura impressionante. E mesmo com uma atuação abaixo até ali, Suárez aparece para sacramentar uma nova virada no jogo. O uruguaio bateu de bico da direita e marcou o gol aos 12. O primeiro fora do RS.  Em contragolpe, quase o uruguaio faz mais um.  Galdino dividiu com Cássio e na sobra o camisa 9 arriscou um chute por cobertura. 

    O jogo permanecia frenético e o Corinthians empatou aos 22 minutos. Quando conectou os primeiros toques na defesa, Renato Augusto levou a melhor pela esquerda e encontrou Giuliano dentro da área. O meia bateu fraco e levou a melhor contra Grando.

    Rejeitado em Itaquera, Luan se reencontrou com a torcida do Corinthians aos 35 minutos. Ele ganhou a vaga de um extenuado Suárez e entrou para atuar como falso 9. A reta final foi de pressão dos paulistas que insistiam pelas laterais com Wesley. Aos 49 minutos, Ferreira recebeu na ponta da área e cruzou. A bola tocou na mão de Yuri Alberto, mas o árbitro Wilton Pereira Sampaio não foi ao VAR.

    Campeonato Brasileiro 2023 - 15ª rodada (jogo atrasado)

    Corinthians 4

    Cássio; Fágner, Caetano, Lucas Veríssimo e Fábio Santos; G. Moscardo (Giuliano), Renato Augusto, Maycon (Cantillo) e Matías Rojas (Mosquito); Pedro (Wesley) e Yuri Alberto. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Grêmio 4 

    Gabriel Grando; Fábio, Rodrigo Ely, Kannemann e Reinaldo; Villasanti, Pepê, Nathan (Galdino) e Cristaldo (Ferreira); J.P. Galvão (André Henrique) e Suárez (Luan). Técnico: Renato Portaluppi

    Gols: Nathan (24min/1°T) Cristaldo (26min/1°T) Fábio Santos (44min/1°T) Lucas Verissimo (50min/1°T) Yuri Alberto (51min/1°T) Galdino (06min/2°T) Suárez (12min/2°T) Giuliano (22min/2°T)
    Cartões amarelos: Fábio Santos (Corinthians) Kannemann (Grêmio)
    Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
    Assistente: Bruno Boschilia (PR)
    Assistente 2: Leone Carvalho Rocha (GO)
    VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
    Local: Neo Química Arena, São Paulo

    *Com informações do Correio do Povo

    Andrei Sartori - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Corujão com . 23:00 - 00:00

    FM
    91,1

    Madrugada 91

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    107,9

    Corujão

    .

    23:00 - 00:00