Menu

Palmitinho - RS
17° max
8° min

Fechar

Palmitinho - RS
17° max
8° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Lançada a campanha contra a pólio e o sarampo no Rio Grande do Sul

    Mobilização acontece entre 6 e 31 de agosto

    Todas as crianças de 1 ano a menores de 5 anos devem se vacinar contra a pólio e o sarampo, independente da situação vacinal, a partir da próxima segunda-feira, 6 de agosto. No Rio Grande do Sul, são mais de 528 mil crianças na faixa etária e a meta é vacinar, pelo menos, 95% delas. A mobilização ocorre até 31 de agosto.

    O Dia D de mobilização nacional será sábado, 18 de agosto, quando aproximadamente dois mil postos de vacinação no Estado estarão abertos para a imunização. A campanha acontece para aumentar os índices de cobertura vacinal e, assim, diminuir a possibilidade de retorno da pólio e a propagação do sarampo, doenças que já eram consideradas eliminadas no Brasil.

    SARAMPO

    O sarampo não era registrado no país desde 2015. Contudo, neste ano, voltaram a ser registrados diversos casos, inclusive, já causando cinco mortes no Norte do país.

    No Rio Grande do Sul, até o momento, são 13 casos confirmados em pessoas com histórico de viagem à Europa e ao Amazonas ou em pessoas com contato próximo a estas regiões.

    PÓLIO

    A pólio, também chamada de poliomielite ou paralisia infantil, está erradicada do Brasil desde 1994, o último caso registrado no Estado foi em 1983.

    Neste modelo da campanha que ocorre este mês, a vacinação é indiscriminada, ou seja, é indicada para todas as crianças dessa faixa etária, independente se estão com as doses de rotina em dia ou não e desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

    VACINAS

    As vacinas utilizadas para esta estratégia serão a vacina oral da poliomielite (VOP) e a tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Esta também será uma oportunidade para que as crianças atualizem a vacinação de rotina.

    A vacina da pólio prevista está disponível durante o ano todo nos postos e é indicada para crianças menores de 1 ano em 3 doses: a primeira dose aos 2 meses, seguidas de outras duas, aos 4 meses e 6 meses, todas injetáveis. A proteção é completada com dois reforços da vacina oral, aos 15 meses e aos 4 anos.

    Em relação ao sarampo, a proteção ocorre por meio da vacina tríplice viral, indicada no calendário básico quando a criança completa 1 ano. Aos 15 meses, é complementada com a vacina tetraviral, que protege contra as mesmas três da tríplice viral acrescida da varicela (ou catapora).

    Com informações da SES/RS

    Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Boteco da Chiru com Liliane Caratti 19:00 - 21:00

    FM
    91,1

    Clube da 91

    Amanda Busnello

    19:00 - 21:00

    FM
    104,3

    Programa do Julinho

    Julinho Balestrin

    19:00 - 21:00

    FM
    107,9

    Boteco da Chiru

    Liliane Caratti

    19:00 - 21:00