Menu

18°

Palmitinho - RS
32° max
17° min

Fechar

18°

Palmitinho - RS
32° max
17° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Mais de 156 milhões de brasileiros vão às urnas

    Mais de 156 milhões de brasileiros estão habilitados a ir às urnas nos 26 estados e no Distrito Federal neste domingo, 2 de outubro, até às 17 horas (horário de Brasília). Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), haverá votação em 5.570 cidades do país e em 181 localidades no exterior.

    Cinco cargos estão em disputa: deputado federal, estadual ou distrital, senador, governador e presidente da República. 

    Disputam a Presidência da República 11 candidatos – o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT), Constituinte Eymael (DC), Felipe D'Avila (Novo), Léo Péricles (Unidade Popular–UP), Lula (PT), Pablo Marçal (Pros), Padre Kelmon (PTB), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (União Brasil)  e Vera (PSTU).

    De acordo com dados do TSE mais de 27,9 mil candidatos vão disputar cadeiras nas eleições proporcionais no Brasil. Destes, 10,6 mil concorrem ao cargo de deputado federal, 16,7 mil disputam uma vaga de deputado estadual e 610 querem uma vaga no Parlamento distrital.

    Pelo sistema majoritário - no qual ganha aquele que recebe mais votos - serão escolhidos 27 governadores, 27 senadores e um presidente da República. Se nenhum dos candidatos atingir mais de 50% dos votos válidos, os dois mais votados na primeira etapa disputam o segundo turno das eleições.

    Pelo sistema proporcional, serão eleitos 513 deputados federais para a Câmara dos Deputados, além de deputados estaduais e distritais para as 26 assembleias legislativas dos estados e a Câmara Legislativa do Distrito Federal. Para saber o nome dos que vão ocupar as vagas, a conta é diferente. É preciso aplicar os chamados “quociente eleitoral e o quociente partidário”.

    O quociente eleitoral é definido pela soma do número de votos válidos (votos de legenda e votos nominais, excluindo-se os brancos e os nulos), dividida pelo número de cadeiras em disputa. Apenas partidos isolados que atingem o quociente eleitoral têm direito a alguma vaga. Na prática, para saber quem foi eleito, é necessário, primeiramente, ter o resultado de quais foram os partidos políticos vitoriosos para, depois, dentro de cada sigla que obteve um número mínimo de votos, verificar quais foram as candidatas e candidatos mais votados.

    RIO GRANDE DO SUL

    No Rio Grande do Sul, dez candidatos disputam o cargo de governador - Roberto Argenta (PSC), Carlos Messalla (PCB), Edegar Pretto (PT), Eduardo Leite (PSDB), Luís Carlos Heinze (PP), Onyx Lorenzoni (PL), Vieira da Cunha, Paulo Roberto (PCO), Rejane de Oliveira (PSTU), Ricardo Jobim (Novo) e Vicente Bogo (PSB).

    Para o cargo de senador oito candidatos disputam uma vaga - Ana Amélia Lemos (PSD), Fabiana Sanguiné (PSTU), Hamilton Mourão (Republicanos), Maristela Zanotto (PSC), Olívio Dutra (PT), Sanny Figueiredo (PSB), Paulo Roberto da Rosa (Democracia Cristã) e Professor Nado (Avante).

    Para a Câmara dos Deputados, 512 candidatos a deputado federal estão aptos a receberem votos nas eleições deste ano e disputam 31 vagas.  E por fim, mais de 780 candidatos disputam as 55 vagas de deputado estadual na Assembleia Legislativa nas eleições deste ano. 

    * Com informações da Agência Brasil

    Priscila Nhoatto - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Corujão com . 00:00 - 06:00

    FM
    91,1

    Madrugada 91

    .

    00:00 - 05:30

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    107,9

    Corujão

    .

    00:00 - 06:00