Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Suinocultura sustentável é tema de Tarde de Campo em Palmitinho

    Atividade faz parte de projeto desenvolvido pela Emater/RS-Ascar e a Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC)

    A propriedade de Vanderlei Magnus Vargas, localizada na Linha Lajeado Leão, Palmitinho sediou nesta terça-feira, 8 de janeiro, uma Tarde de Campo de Suinocultura.

    O evento é uma das etapas da parceria firmada pela Emater/RS-Ascar e a Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), através de um Contrato de Cooperação Técnica. O objetivo da iniciativa é qualificar a atividade da suinocultura na região Norte do Estado, especialmente no que tange o manejo adequado de dejetos dos suínos, solo e água.

    Pela parceria foram implantadas três Unidades de Referência Técnica (URTs) em propriedades rurais da região – em Palmitinho e Rondinha. Como parte desse trabalho, extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar vem participando de capacitações envolvendo práticas referentes aos temas propostos pelo projeto, como gestão da água na propriedade, manejo dos dejetos e a valoração da economia dos dejetos animais.

    Como etapa desse trabalho, serão realizadas três Tardes de Campo nas URTs do projeto para socializar as informações ao público envolvido com o setor. Uma destas URTs é a propriedade da Família Vargas.

    As próximas atividades serão realizadas na Linha Pitol, em Pinhal, na próxima terça-feira, 15 de janeiro, na propriedade da Família Moro e na Linha Santa Lucia, em Rondinha, em 22 de janeiro, na propriedade da Família Frighetto.

    A programação envolve quatro estações. Gestão da Água e Gestão de Dejetos serão temas abordados pelos pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), Evandro Barros e Paulo Baldi. Gestão do Solo e Gestão da Propriedade serão assuntos trabalhados pela equipe da Emater/RS-Ascar, juntamente com a família assistida.

    SUINOCULTURA NA REGIÃO

    A suinocultura no sistema integrado está presente em 33 municípios da área de abrangência do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Frederico Westphalen e envolve mais de 800 famílias. De acordo com o relatório anual da Associação dos Criadores de Suínos do RS (Acsurs), em 2017, foram abatidos mais de 1,4 milhão de suínos criados na região, gerando renda para as famílias e retorno de imposto para os municípios.

    - Mesmo diante desse cenário promissor, precisamos evoluir em algumas áreas, como no manejo e uso adequado dos dejetos produzidos, transformando a atividade em oportunidade na integração com outras atividades. Neste sentido, organizar e disponibilizar informações sobre a gestão da água e a produção e uso de fertilizantes, a partir de dejetos de suínos e aves, e capacitar produtores e multiplicadores responsáveis pela difusão das tecnologias e conhecimentos de gestão da água, do solo e dos dejetos, são fundamentais para evoluir no processo -, argumentou o assistente Técnico Regional de Sistemas de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, Valdir Sangaletti.

    A propriedade de Vanderlei Magnus Vargas, localizada na Linha Lajeado Leão, Palmitinho sediou nesta terça-feira, 8 de janeiro, uma Tarde de Campo de Suinocultura.

    O evento é uma das etapas da parceria firmada pela Emater/RS-Ascar e a Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), através de um Contrato de Cooperação Técnica. O objetivo da iniciativa é qualificar a atividade da suinocultura na região Norte do Estado, especialmente no que tange o manejo adequado de dejetos dos suínos, solo e água.

    Pela parceria foram implantadas três Unidades de Referência Técnica (URTs) em propriedades rurais da região – em Palmitinho e Rondinha. Como parte desse trabalho, extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar vem participando de capacitações envolvendo práticas referentes aos temas propostos pelo projeto, como gestão da água na propriedade, manejo dos dejetos e a valoração da economia dos dejetos animais.

    Como etapa desse trabalho, serão realizadas três Tardes de Campo nas URTs do projeto para socializar as informações ao público envolvido com o setor. Uma destas URTs é a propriedade da Família Vargas.

    As próximas atividades serão realizadas na Linha Pitol, em Pinhal, na próxima terça-feira, 15 de janeiro, na propriedade da Família Moro e na Linha Santa Lucia, em Rondinha, em 22 de janeiro, na propriedade da Família Frighetto.

    A programação envolve quatro estações. Gestão da Água e Gestão de Dejetos serão temas abordados pelos pesquisadores da Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), Evandro Barros e Paulo Baldi. Gestão do Solo e Gestão da Propriedade serão assuntos trabalhados pela equipe da Emater/RS-Ascar, juntamente com a família assistida.

     

    Jornalismo Grupo Chiru