Menu

14°

Palmitinho - RS
25° max
14° min

Fechar

14°

Palmitinho - RS
25° max
14° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • SUS terá serviço de telefone para atendimento à crises de saúde mental

    O serviço será feito pelo telefone 196

    No início do Setembro Amarelo, entidades e profissionais de saúde iniciam participação no curso de formação de multiplicadores em urgências e emergências em saúde mental. A promoção é do Ministério da Saúde. Participando do lançamento do curso, nesta quarta-feira (01), o ministro Marcelo Queiroga destacou a pandemia de covid-19 como agravante para a saúde mental das pessoas.

    O ministro citou a Síndrome de Burnout, que vem afetando os profissionais de saúde, sobrecarregados com a rotina pesada no atendimento em hospitais. Também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, tem sintomas como exaustão extrema, estresse e esgotamento físico.

    Durante o lançamento do curso de formação, a Secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, destacou que a saúde mental afeta a economia do país e anunciou a criação, até o fim deste ano, da linha telefônica do SUS para atendimento a pessoas com doenças e sofrimentos mentais. O serviço será feito pelo telefone 196.

    Segundo o Ministério da Saúde, o curso vai preparar profissionais para prestar assistência adequada a pacientes que utilizam o SUS, e atuar de forma humanizada, em relação à saúde mental. A pasta garante, ainda que nas três primeiras turmas, profissionais em todas as capitais do país serão capacitados.

    Participaram do evento, entidades não governamentais ligadas a cuidados mentais e também profissionais de saúde do Samu, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. São esses profissionais que, muitas vezes, acabam sendo acionados em situações de crises de sofrimento mental, como ansiedade, depressão e até mesmo casos de suicídio, ou tentativas.

    O lançamento do curso de formação foi feito nesta quarta-feira (01), quando inicia o Setembro Amarelo, movimento mundial para conscientizar a população que o suicídio pode ser prevenido. Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 700 mil morreram por suicídio, no mundo, em 2019.

    No Brasil, o CVV, Centro de Valorização da Vida, realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, por meio do telefone 188. O atendimento é feito por voluntários e é de graça. Qualquer pessoa que quer e precisa conversar, com sigilo, pode ligar para o 188, que funciona 24h por dia.

    Daniela Vargas - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Corujão com . 00:00 - 06:00

    FM
    91,1

    Madrugada 91

    .

    00:00 - 05:30

    FM
    104,3

    Rede Gaúcha Sat

    .

    00:00 - 05:00

    FM
    107,9

    Corujão

    .

    00:00 - 06:00