Menu

11°

Palmitinho - RS
13° max
10° min

Fechar

11°

Palmitinho - RS
13° max
10° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Taquaruçu do Sul realiza 8ª Feira do Peixe

    Com a intenção de incentivar a piscicultura no município, despertando o interesse dos agricultores para uma atividade de geração de renda, Taquaruçu do Sul realizou na tarde de ontem, a abertura da 8ª Feira do Peixe, Agropecuária, Artesanato e Mostra da Terneira. A feira acontece até quinta-feira com a venda de peixe vivo durante o dia, praça de alimentação à base de peixe, venda de artesanato, e shows musicais. Em 2005 os primeiros passos para incentivar a atividade foram dados, e em 2007 foi realizada a primeira edição da feira. É notável o crescimento da feira a cada ano, com a significativa comercialização de peixe vivo. Para este ano, a expectativa de venda está entre dez e 12 toneladas de peixe. Produtores de Taquaruçu do Sul têm se dedicado a atividade, tornando o município referência regional na área de piscicultura. A Emater/RS-Ascar é uma das promotoras do evento e trabalhou na organização dos produtores que estão comercializando seus produtos na Feira. Durante a abertura do evento, o presidente da Emater e superintendente-geral da Ascar, Lino de David, anunciou a expectativa de comercialização para esta Sexta-feira Santa em todo o Estado. “A estimativa é da venda de 3,3 mil toneladas de peixes em 5,5 mil pontos de comercialização. O que daria um média de 300 gramas de peixe consumido por habitante gaúcho. Vendido a uma média de R$ 9 o quilo, o pescado neste ano deve garantir um faturamento de R$ 30 milhões”, anunciou o presidente. “A pesca artesanal e a piscicultura estão se desenvolvendo no Rio Grande do Sul, porque o consumo do peixe vem se incorporando na vida das pessoas e das escolas e outras entidades, beneficiadas, respectivamente, pelos programas Nacional de Alimentação Escolar e de Aquisição de Alimentos”, avaliou De David. Para ele, a atividade é uma importante alternativa de renda ao produtor rural. Na ocasião, o presidente destacou ainda que a criação da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) é um divisor de águas para a agricultura familiar, que há três anos, pode contar com políticas públicas específicas para diversos segmentos do setor primário. “Sessenta e seis por cento dos municípios gaúchos tem até dez 10 mil habitantes e tem como matriz produtiva a agricultura. Dessa forma, o desenvolvimento dos municípios passa obrigatoriamente pelo investimento na agricultura familiar, que passou a ser considerada como prioridade nesse governo e duplicou o orçamento anual, passando por reestruturação total com contratação de mil novos empregados, compra de veículos Também na abertura da Festa do Peixe, foi realizada a assinatura do projeto de irrigação para três famílias rurais de Taquaruçu do Sul, através do Programa Irrigando a Agricultura Familiar, da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR). Além do projeto beneficiar o pequeno produtor com a subvenção de 80% do recurso disponível, o Programa disponibiliza o licenciamento ambiental da reserva de água e do sistema de irrigação a ser utilizado. Três outros produtores rurais de Taquaruçu do Sul estão no aguardo do projeto de irrigação, que será entregue nos próximos dias. Até o final deste ano, outros cinco agricultores serão beneficiados com este Programa. Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar – Regional de Frederico Westphalen   Poliana Grudka- Jornalismo Grupo Chiru Comunicações

    Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Sábado Legal com Vilmar Luza 06:50 - 12:00

    FM
    91,1

    Estação 91

    Marcinho San

    07:30 - 12:25

    FM
    104,3

    Vitrine Popular

    Julinho Balestrin

    08:00 - 11:00

    FM
    107,9

    Sábado Legal

    Vilmar Luza

    06:50 - 12:00