Menu

20°

Palmitinho - RS
35° max
20° min

Fechar

20°

Palmitinho - RS
35° max
20° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Eleitor não poderá levar aparelho celular na cabine de votação

    TSE lembra que o objetivo da lei é garantir o sigilo do voto

    O TSE, Tribunal Superior Eleitoral, realizou nesta quinta-feira (25) alguns julgamentos em relação às eleições deste ano.

    Em um deles, os ministros decidiram, por unanimidade, que o eleitor deve entregar o celular antes de entrar na cabine de votação no dia da eleição. O objetivo é garantir o sigilo do voto.

    O TSE respondeu a uma consulta do partido União Brasil, que quis saber se a proibição dos celulares na cabine ainda valeria.

    Pela lei, esses objetos precisam ficar em frente aos mesários, como acontece com a cédula de identidade, no momento que o eleitor se dirige e permanece na cabine votando.

    Para o ministro Ricardo Lewandowski, nem caberia o debate sobre essa questão, a não ser que os legisladores modifiquem a lei no futuro.

    O partido União Brasil também questionou o TSE sobre a legalidade de haver detectores de metais nas seções eleitorais para verificar se o eleitor leva um celular escondido com ele.

    Foi definido que os detectores de metais poderão ser utilizados em situações excepcionais, avaliadas caso a caso pelo juiz eleitoral.

    Os ministros do TSE também decidiram aprovar com ressalvas as contas do Partido Trabalhista Cristão relativas ao ano de 2018. Como o partido, que atualmente se chama AGIR, não repassou devidamente recursos para a bancada feminina, vai precisar ressarcir ao erário 289 mil reais, e outros 117 mil reais devem ser aplicados nas eleições seguintes.

    Daniela Vargas - Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Corujão com . 23:00 - 00:00

    FM
    91,1

    Deixa Rolar

    .

    22:00 - 00:00

    FM
    104,3

    A Voz do Brasil

    .

    21:00 - 22:00

    FM
    107,9

    Corujão

    .

    23:00 - 00:00