Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Movimento Escoteiro deverá ser incluído no Plano Estadual de Educação

    Projeto foi aprovado na AL e agora segue para sanção do governador

    O Projeto de Lei 227/2017, de autoria da deputada Zilá Breitenbach, que visa incluir no Plano Estadual de Educação (PEE) o Método Educativo Escoteiro, como uma das ações que podem contribuir com a melhoria dos indicadores educacionais do Estado, foi aprovado, nesta terça-feira (8), na Assembleia Legislativa. O projeto segue para sanção do governador. O projeto foi apresentado inicialmente pelo ex-deputado e escotista Vinícius Ribeiro, em 2016. O projeto segue para sanção do governador.

    Com a aprovação do projeto o Movimento Escoteiro torna-se referência no apoio à concretização das diretrizes do Plano Estadual de Educação, em especial as de:

    - superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da cidadania e na erradicação de todas as formas de discriminação;

    - formação para o trabalho e para a cidadania, com ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade;

    - promoção dos princípios do respeito aos direitos humanos, à diversidade e à sustentabilidade socioambiental, à orientação sexual e às escolhas religiosas;

    - combate ao racismo e a todas formas de preconceito; e

    - promoção da conscientização no ambiente escolar da necessidade da proteção e da preservação do meio ambiente.

    Na região há oito grupos de escoteiro, fazendo parte do 11º Distrito/Região Norte - Coroados de Iraí, Atalaia de Nonoaí, Presidente Castelo Branco de Sarandi, Cacique Sepé Tiaraju de Palmeira Das Missões, Jandaia de Planalto Barril em Frederico Westphalen, Pari em Tenente Portela e Guardiões dos Alpes de Alpestre.

    Segundo Zilá, o Movimento Escoteiro proporciona à juventude ações produtivas e por isso merece maior atenção do Poder Público. “Os escoteiros cultivam valores de cidadania, amizade, respeito ao próximo, cuidados com a natureza e espiritualidade. Devemos apoiar iniciativas que contribuam com a construção de um mundo melhor”, concluiu.

    A parlamentar integra a União Parlamentar de Escoteiros do Brasil (UPEB) e tem atuado de maneira intensa no Parlamento gaúcho a favor de matérias que beneficiam o Escotismo.

    Jornalismo Grupo Chiru