Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Sábado é Dia D de vacina contra o Sarampo

    Equipes de vacina também estarão atualizando as cadernetas

    Neste sábado, 15, é o Dia D de vacinação contra o Sarampo, todas as unidades de saúde com salas de vacinas ficarão abertas das 8 às 17 horas, muitas sem fechar ao meio-dia. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), devem ser vacinadas, prioritariamente, crianças a partir dos 5 anos até os jovens de 19 anos, porém nenhuma caderneta deixará de ser atualizada.

    – Já estávamos com a doença erradicada no país e por falha de todos nós o Sarampo está de volta. Além disso, o que tem nos preocupado é a chegada de outras doenças como a Febre Amarela e o próprio HPV, que tem vacinas na rede pública, o que falta são os pais ou responsáveis levarem os filhos para receber essas doses – reforçou a coordenadora regional da saúde da 19ª região, Marly Vendrusculo.

    Vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito. O calendário básico de vacinação oferece duas vacinas contra o sarampo. A primeira é aos 12 meses de idade, com a tríplice viral, que protege também contra a rubéola e a caxumba. A proteção precisa ser completada aos 15 meses com uma dose da tetra viral, que imuniza para as mesmas três doenças mais a varicela (ou catapora).

    Além dessas duas doses, em virtude do surto da doença no Brasil, o Ministério da Saúde está recomendando uma dose extra para as crianças entre os 6 e 12 meses. Ela não substitui a primeira dose (aos 12 meses) e por isso é chamada de “dose zero”.

    Mesmo que as campanhas busquem mobilizar essas idades específicas, as demais pessoas (até os 49 anos) também podem procurar a dose normalmente. Considera-se vacinada a pessoa que comprovar duas doses da vacina entre até os 29 anos ou uma dose se a pessoa tem mais de 30 anos. Profissionais de saúde, independentemente da idade, precisam comprovar duas doses da vacina tríplice.

    Plantão na 19ªCRS

    Durante o Dia D, a equipe de vacinas da 19ª Coordenadoria Regional de Saúde (19ª CRS), também estará trabalhando. A orientação, de acordo com a coordenadora é de que em casos de falta de qualquer vacina nas salas municipais, os responsáveis possam vir retirar mais na sede da coordenadoria. “Queremos aproveitar esse dia para atualizar toda a caderneta. O foco principal será Sarampo, Febre Amarela e HPV”, reforçou Marly.

    Heloise Santi - Jornalismo Grupo Chiru