Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • ACIFW em alerta pela economia

    A suspensão do atendimento ao público e fechamento do comércio tem preocupado a todos, principalmente as entidades relacionadas a indústria, comércio e prestação de serviço que preveem prejuízos de grande monta dependendo do período em que haja necessidade das empresas continuarem de portas fechadas.

    Considerando o momento como inédito e difícil o presidente da Associação Comercial e Industrial de Frederico Westphalen (ACIFW) e, também, membro da Federação das Associações - Federasul, Ramir Severiano, salienta que diariamente tem recebido ligações com pedidos de orientação e até ajuda por parte do empresariado local. “Desde a publicação dos decretos ficamos e, estamos, apreensivos. Vamos respeita-los e entendemos essa orientação. Assim seguiremos até fim do mês, mas é necessário sentar e discutir o que fazer a partir desse momento. O governo também precisa sinalizar alguma solução, até agora todas foram muito brandas e muitas jogam para o empresário a responsabilidade”, comentou.

    Severiano reforça que a decisão de aguardar até dia 1º ou 4 de abril partiu, também da Federasul e que as entidades parceiras, no município, como a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o Sindilojas estão em contato constante avaliando o momento vivido. “Acreditamos que no início da próxima semana a gente deva sentar novamente com o poder público para redefinir as ações. A saúde em primeiro lugar, sempre, isso é primordial, mas acredito que é possível liberar algumas pessoas para trabalhar, ou alguns setores para que a economia volte a funcionar. Pensando em formas eficientes de proteção aos grupos de risco. O que a gente quer é discutir e encontrar uma forma de retorno gradativo”, salientou o presidente.

    Válidos por 15 dias, os decretos do Estado e municípios da região seguem, em sua maioria, até o fim da próxima semana.

    Heloise Santi - Jornalismo Grupo Chiru