Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Suinocultura sustentável

    Produção é uma das cadeias produtivas mais organizadas da economia brasileira

    A produção de suínos se insere em uma das cadeias produtivas mais organizadas da economia brasileira, com expressiva e crescente participação no cenário internacional. Nelas atuam diversos tipos de atores (agroindústrias, cooperativas e milhares de produtores).

    Destacam-se as tendências de criação intensiva, aumento da escala e integração, que trouxeram maior produtividade e ganhos de logística, mas, também, aumentaram os desafios ambientais (GEE, recursos hídricos e solo) e os custos com transporte e tratamento de dejetos.

    Diante deste cenário, há necessidade de alternativas para minimizar esses impactos de forma eficiente e agregar valor, com destaque para três conjuntos de soluções tecnológicas e boas práticas: biogás; fertilizantes orgânicos e organominerais e gestão da água.

    Há um conjunto de soluções tecnológicas e de conhecimentos que estão atualmente disponíveis e validadas para aplicação e uso no setor produtivo. Entretanto, vários fatores têm sido responsáveis pelo insucesso no fomento e na difusão do uso de biogás e fertilizantes orgânicos e organominerais. Nesse sentido, a Emater/RS-Ascar e a Embrapa Suínos e Aves de Concórdia (SC), assinaram um contrato de cooperação técnica para capacitação, transferência de tecnologia e intercâmbio de conhecimentos em Suinocultura.

    Foi elaborado um Plano de Trabalho focado na organização da informação e implementação de Unidades de Referência Tecnológica (URTs) e consequente transferência de tecnologias e conhecimentos técnicos associados, por meio da capacitação de técnicos da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para constituírem-se em agentes multiplicadores para posterior capacitação de produtores e produtoras.

    Os temas a serem abordados serão:

    - Gestão da água na propriedade;

    - Manejo dos dejetos na propriedade;

    - Gestão do solo na propriedade;

    - Valoração agronômica dos dejetos animais.

    Foram instaladas três unidades de referência técnica, sendo em Palmitinho, Pinhal e Rondinha, que deverão ser os locais usados para a capacitação de outros técnicos e produtores rurais no uso das tecnologias implementadas. Será promovido anualmente um dia de campo por URT, onde a Emater e a Embrapa farão apresentações de tecnologias e resultados obtidos nas URTs. Em 2018, os eventos acontecerão em 6 (Rondinha), 20 (Caiçara) e 21 (Palmitinho) de novembro.

    Valdir Sangaletti