Menu Ouça ao vivo

Fechar

  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Casal é suspeito de aplicar golpes financeiros em Santa Rosa

    Quase 40 pessoas foram vítimas e foram lesadas em cerca de R$300mil

    Operação do Ministério Público do Rio Grande do Sul cumpriu três mandados de busca e apreensão nesta quarta-feira, em Santa Rosa, no Noroeste do Estado. A investigação de golpe do empréstimo consignado contra idosos ocorreu após vítimas sinalizarem irregularidades para a promotoria. Os suspeitos – um homem e uma mulher – serão ouvidos pelo MP.

    O promotor de Justiça José Garibaldi Simões Machado explicou que, segundo relato de vítimas, eram ajuizadas ações nos nomes dos mesmos sem consentimento. Ainda, saques de valores dos processos ocorriam sem haver repasse para os autores. “Todas as vítimas haviam realizado empréstimo em uma financeira. Em meio aos papéis como termos de concessão de crédito, elas acabavam assinando procurações, o que permitia que fossem ajuizados processos no nome delas”, explicou. Os processos geralmente alegavam danos morais. O promotor destaca que entre as vítimas estão pessoas analfabetas e idosos.

    Os suspeitos são cônjuges. Um homem atuava na financeira e a esposa, advogada, emitia os processos. A operação ocorreu no escritório da financeira e na residência do casal. Não ocorreu prisão, já que o último crime ocorreu em 2016, não havendo mais riscos à população, além de os suspeitos serem réus primários. Porém, foi pedida concessão de bens, para uma possível indenização das vítimas. O MP acredita que foram pelo menos 39 vítimas, e um valor de mais de R$ 300 mil.

     

    Com informações do Correio do Povo

    Jornalismo Grupo Chiru