Menu

24°

Palmitinho - RS
24° max
20° min

Fechar

24°

Palmitinho - RS
24° max
20° min
  • O Grupo
  • Anuncie
  • Contato
  • Prefeitura de FW deve repassar R$ 200 mil para UTI

    Valor soma-se aos R$ 230 mil mensais já repassados ao HDP para custeio do plantão e sobreaviso

    A notícia da habilitação da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Divina Providência (HDP) de Frederico Westphalen na última semana, reavivou a preocupação da direção da casa de saúde com relação ao custeio da estrutura, uma vez que o valor repassado pelo Ministério da Saúde (MS), R$ 93 mil mensais, é muito aquém dos cerca de R$ 400 mil que é a estimativa de gasto do local.

    UTI do HDP é habilitada pelo Ministério da Saúde

    Para viabilizar o serviço, a administração de Frederico Westphalen anunciou, na tarde desta segunda-feira, 1º de julho, o repasse mensal de R$ 200 mil, até o fim do ano. “Chamei, se não todas, grande parte das lideranças da cidade para comunicar esse aporte financeiro que vai ajudar a manter esse serviço nos primeiros meses, até ele estar 100% na rede e recebendo pacientes. A aprovação foi unanime desse grupo de líderes, que batizamos de conselho pró desenvolvimento de Frederico Westphalen e que deve se reunir mensalmente, a partir de agora, para debater assuntos de interesse da comunidade”, disse o prefeito José Alberto Panosso.

    A proposta deve ser encaminhada nos próximos dias para apreciação da Câmara de Vereadores. “Não tenho dúvidas de que um projeto bem elaborado e com a fundamentação necessária, por se tratar de saúde, será analisado com muita seriedade e celeridade dentro da casa legislativa e terá o apoio dos vereadores”, disse Inácio Roberto Panosso Junior, presidente do legislativo.

    O presidente do HDP, Ayres Rizzi salientou que tudo está andando dentro do HDP e que o mais breve possível, máximo 60 dias, o serviço já deve estar à disposição da comunidade. “No que depender do hospital, direção e funcionários o serviço em breve estará funcionando. O credenciamento dos leitos junto aos planos de saúde, como IPE e Unimed, já estão prontos e estamos em contato com três empresas, uma de Porto Alegre, outra de Florianópolis e uma de São Paulo, para nos auxiliar na gestão do serviço. O nosso, porém é realmente financeiro, mas com esse aporte do município, mais a soma do governo federal e uma boa gestão não temos dúvidas de que será possível abrir as portas e manter a UTI atendendo pacientes de todo o Rio Grande do Sul”, disse.

    O coordenador regional de saúde, Fernando Panosso, ponderou ainda que depois dessa habilitação, importante para o hospital, em tempo recorde, há a possibilidade de buscar uma contrapartida do estado como outras Unidades conseguiram para a manutenção. “Há possibilidade de já em agosto os valores dessa portaria estarem embutidos no recurso do HDP, porém, para isso, a UTI precisa estar funcionando. Nós como 19ª CRS vamos tentar ainda uma contrapartida do Estado, há hospitais que conquistaram, mais R$ 80, 90 mil para a UTI. Sabemos que não será uma tarefa fácil, mas vamos batalhar”, salientou.

    Outros ambulatórios

    Está em tratativas com o HDP ainda a possibilidade de implantação de dois novos ambulatórios, Ginecologia e Ambulatório Gestante Alto Risco (AGAR), o que representa cerca de R$ 80 mil a mais de incentivos para a casa de saúde.

    O hospital deverá encaminhar a resposta para a 19ª CRS ainda nesta semana.

    Jornalismo Grupo Chiru
    No Ar: Top de Bandas com Vilmar Luza 12:00 - 13:00

    FM
    91,1

    Flashback 91

    Marcinho San

    12:00 - 13:00

    FM
    104,3

    Correspondente Gaúcha

    Rede Gaúcha Sat

    12:50 - 13:00

    FM
    107,9

    Top de Bandas

    Vilmar Luza

    12:00 - 13:00